Beatriz Kauffmann's Web Site

CHUVA FINA, MATUTINA (Op.38 N.2)

Melodia: Helza de Cordoville Camêu
Texto: Cecília Meireles

MIDI

Chuva fina
Matutina
Manselinho orvalho quase
Névoa tênue sobre a selva
Pela relva
Desdobrada, etérea gaze

Chuva fina
Matutina
O pardal de úmidas penas
A folhagem e a formosa
Clara rosa
Sonham que és seu sonho, apenas

Chuva fina
Matutina
Pelo sol evaporada
Como sonho pressentida
E esquecida
No clarão da madrugada

Chuva fina
Matutina
Brilham flores, brilham asas
Brilham as telhas das casas
Em tuas águas vélidas
E em teu silêncio brunidas

Chuva fina
Matutina
Que te foste a outras paragens
Invisível peregrina
Clara operária divina
Entre límpidas viagens

Beatriz Kauffmann's Web Site

Contato